Jesus




URGENTE; defesa de lula acusa MPF e LAVA-JATO e tenta impedir novos depoimentos de Glaucos e de contador


Por; Rosinaldo Pereira /colunista

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

defesa de lula acusa MPF e LAVA-JATO e tenta impedir novos depoimentos de Glaucos e de contador



O jornal o globo divulgou hoje 10/11 que A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acusa os procuradores da força-tarefa da Lava-Jato de Curitiba de tentar reabrir indevidamente a fase de instrução do processo que investiga se a Odebrecht pagou vantagens indevidas ao ex-presidente.

 Nesta quinta-feira, o MPF pediu que sejam novamente ouvidos Glaucos Costamarques - que figura como proprietário do apartamento e, segundo a defesa de Lula, aluga o imóvel para Lula - e João Muniz Leite, contador que teria recolhido assinaturas de Glaucos em recibos de aluguel apresentados à Justiça.




Em petição encaminhada ao juiz Sergio Moro, os advogados de Lula argumentam que a fase de depoimentos do processo já terminou, e o MPF não detalhou, como havia pedido o juiz, o que de fato quer que seja periciado nos recibos de aluguel apresentados à Justiça.
Lula é acusado de ter sido beneficiado pela empreiteira com a compra de uma cobertura vizinha à dele em São Bernardo do Campo, que teria sido colocada em nome de Glaucos, e com a compra de um prédio que seria usado como sede pelo Instituto Lula. O apartamento, segundo Lula, é alugado. O Instituto Lula nunca usou o prédio comprado pela Odebrecht.

leia agora;

deputado Carli Filho por decisão do STF vai a júri popular "provocou duas mortes"


Os procuradores suspeitam que os recibos de aluguel apresentados por Lula sejam ideologicamente falsos e pediram perícia nos documentos. Os advogados de Lula afirmaram na petição que o MPF alardeou a prova pericial e, com o pedido de novos depoimentos, recuou "porque sabe que os recibos são autênticos e refletem a realidade dos fatos". Para a defesa de Lula, a entrega dos recibos comprova os pagamentos e Glaucos recolheu imposto de renda devido sobre os aluguéis, além de ter declarado os valores à Receita Federal em 2016.


Ao pedir os novos depoimentos, o MPF ressaltou que os recibos não foram apreendidos no apartamento de Lula, que foi alvo de busca e apreensão pela Polícia Federal e uma planilha de gastos domésticos do ex-presidente não relacionava os pagamentos. Os advogados do ex-presidente diz que a planilha de gastos é apócrifa e os recibos da locação não eram alvo das buscas da PF na ocasião. Para eles, os recibos são comprovantes de pagamentos válidos de acordo com o Código Civil.

"A Defesa buscou e apresentou os referidos documentos em atenção à incitação do Juízo, como antes indicado. Ao requisitar os recibos de pagamento, Vossa Excelência reconheceu a força probatória desses documentos", argumentaram os advogados.











Black Friday vem aí... a Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

As mais lidas da semana

VOCÊ VIU?

 
JORNAL 21 BRASIL.
jornal do brasil, jornal 21, notícias de Bolsonaro, política do brasil, Jornalismo livre, a tragetoria de Sergio Moro, notícias do brasil, notícias de Sergio Moro, notícias de lula, lula preso, lula na cadeia, operação lava-jato
  • ""JORNALISMO LIVRE""



  • ""O SEU JORNAL DIGITAL 24 HORAS POR DIA, 7 DIAS POR SEMANA. ""