Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Maia se une a esquerda para tentar a presidência da Câmara contra candidato de Bolsonaro




O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, acaba de anunciar a nova composição do bloco da sua base na disputa pela presidência da Câmara, em fevereiro do ano que vem. Nas últimas horas, Baleia Rossi se tornou o favorito.


O grupo fala em “continuidade de uma Câmara independente”, em contraponto à candidatura de Arthur Lira, apoiado por Jair Bolsonaro. 


A esquerda;

Partidos unidos com Maia; PT (54), PSB (31), PDT (28), PCdoB (9) e Rede (1) fecharam com o grupo de Maia. E se juntam a PSL (53), MDB (34), PSDB (31), DEM (28), Cidadania (8) e PV (4). Em tese, esses partidos somam 281 deputados. Maia ainda tenta o apoio do PSOL (10).


Estão com Arthur Lira, adversário de Maia, PL (41), PP (41), PSD (34), Republicanos (31), Solidariedade (13), PTB (11), Pros (10), PSC (9), Avante (8) e Patriota (6). Em tese, são 204 deputados. Lira ainda tenta confirmar o apoio do Podemos (10).

O QUE HÁ DE NOVO