Jesus




Rússia adverte os EU: Não greve Syria outra vez


Por; Rosinaldo Pereira /colunista

quarta-feira, 12 de abril de 2017


Segundo informou o site americanmilitarynews.com que Na quarta-feira, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, participou de uma reunião aberta com o ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov, em Moscou, para discutir a relação contenciosa entre os dois países e exortar o Kremlin a renunciar ao apoio ao presidente sírio Bashar al-Assad. Após a reunião, a mídia estatal russa informou que Lavrov emitiu uma advertência para Tillerson que os EUA não iria atacar o aliado próximo da Rússia, a Síria, novamente.
Na semana passada, o Presidente Trump ordenou um ataque militar contra a base aérea da Síria, Shayrat, em Homs, em retaliação ao ataque químico mortal contra o povo sírio. O governo Trump concluiu que o regime de Assad era responsável pelo ataque com arma química que matou pelo menos 86 pessoas e feriu outras centenas. Os EUA apontaram a base aérea de Shayrat com 59 mísseis Tomahawk depois de terem feito a descoberta de que a arma química usada foi lançada a partir dessa base militar.
De acordo com a agência de notícias russa TASS, Lavrov disse durante seu encontro com Tillerson que os EUA emitiram um "ataque ilegal" contra a Síria.
"Mais recentemente, vimos passos bastante alarmantes, quando um ataque ilegal contra a Síria foi realizado", disse Lavrov.
Lavrov prosseguiu dizendo que a Rússia deu sua opinião sobre o assunto e acredita que devem ser tomadas medidas para não permitir que outra greve aconteça novamente.
"A liderança da Rússia já expressou suas principais avaliações a este respeito. Acreditamos que é de fundamental importância evitar riscos de uma repetição de tais medidas no futuro ", disse ele.
Lavrov também criticou o governo Trump pelas mensagens contraditórias sobre sua política relativa à Síria.
"Eu serei franco que tivemos muitas perguntas sobre um monte de idéias muito ambíguas, bem como contraditórias em toda uma pletora de agenda bilateral e internacional vindo de Washington", disse Lavrov.
O ministro dos Negócios Estrangeiros russo continuou a condenar as declarações Tillerson feito no início do dia na reunião com os líderes do G7, onde ele deu à Rússia um ultimato para escolher os lados.
"Queremos criar um futuro para a Síria estável e seguro", disse Tillerson durante a reunião anterior. "E assim a Rússia pode ser uma parte desse futuro e desempenhar um papel importante, ou a Rússia pode manter sua aliança com este grupo, que acreditamos que não vai servir o interesse da Rússia a longo prazo".
Lavrov chamou os comentários de Tillerson de escolherem entre Assad e os Estados Unidos as "escolhas erradas".                                                            
                                                                 doe qualquer valor para manter o site; 
                                                                 
                                                                    conta; caixa poupança;
                                                                    agen; 0806
                                                                    ope; 013
                                                                    conta; 00074856-4


só com sua ajuda podemos manter as noticias chegarem em sua casa, em tempo real, nosso muito OBRIGADO.






Black Friday vem aí... Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

As mais lidas da semana

VOCÊ VIU?

Rosinaldo Pereira
  • tudo está aqui!
  •  
    JORNAL 21 BRASIL.
    jornal do brasil, jornal 21, notícias de Bolsonaro, política do brasil, Jornalismo livre, a tragetoria de Sergio Moro, notícias do brasil, notícias de Sergio Moro, notícias de lula, lula preso, lula na cadeia, operação lava-jato
  • ""JORNALISMO LIVRE""



  • ""O SEU JORNAL DIGITAL 24 HORAS POR DIA, 7 DIAS POR SEMANA. ""