Jesus




efeito dominó; Se Temer cai, entra outras pessoas investigada, diz procurador da Lava Jato


Por; Rosinaldo Pereira /colunista

quarta-feira, 24 de maio de 2017



No mundo ideal, todo mundo seria punido, com a punição máxima, independentemente da delação", disse o procurador da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol na noite desta quarta-feira (23) durante lançamento de seu livro em um shopping na zona sul de São Paulo. O procurador foi saudado de pé por cerca de 300 participantes, sob aplausos e gritos de "Lava Jato" e se disse emocionado. 

O procurador reconheceu que o acordo de delação de Joesley provocou "indignação na sociedade" e afirmou que os "colaboradores de Curitiba não participaram deste acordo.

Questionado sobre a possibilidade de o presidente Michel Temer deixar o cargo, Dallagnol afirmou que a Lava Jato não irá se posicionar sobre o tema. "Sendo bem franco, para Lava Jato não muda quase nada [a saída do presidente]. cai Temer, vai entrar outra pessoa investigada".







Black Friday vem aí... a Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

As mais lidas da semana

VOCÊ VIU?

 
JORNAL 21 BRASIL.
jornal do brasil, jornal 21, notícias de Bolsonaro, política do brasil, Jornalismo livre, a tragetoria de Sergio Moro, notícias do brasil, notícias de Sergio Moro, notícias de lula, lula preso, lula na cadeia, operação lava-jato
  • ""JORNALISMO LIVRE""



  • ""O SEU JORNAL DIGITAL 24 HORAS POR DIA, 7 DIAS POR SEMANA. ""