LULA PENSA QUE MORO VAI ABSOLVÊ LO DOS CRIMES COMETIDOS

Por; Rosinaldo Pereira /colunista

jornal 21 brasil

LULA PENSA QUE MORO VAI ABSOLVÊ LO DOS CRIMES COMETIDOS   





A
defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolou nesta segunda-feira, 11, recurso no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) pedindo a absolvição do ex-presidente e a anulação da sentença do juiz Sérgio Moro, que condenou Lula a nove anos e meio de prisão no caso do triplex do Guarujá. 

O documento, com 490 páginas, aponta os vários erros que devem culminar no reconhecimento da nulidade ou reversão da condenação. Entre os argumentos dos advogados Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Martins, eles afirmam que o juiz Sérgio Moro reconheceu que não há valores provenientes de contratos firmados pela Petrobras que tenham sido utilizados para pagamento de qualquer vantagem a Lula.
A defesa argumenta também que a acusação julgada na sentença do juiz Sérgio Moro não é a mesma que foi apresentada pela Força Tarefa da Lava Jato, a de que três contratos firmados entre a Construtora OAS e a Petrobras geraram recursos indevidos que teriam sido usados na compra e na reforma de um apartamento tríplex, no Guarujá, cuja propriedade teria sido entregue a Lula.

leia também; Defesa de Bendine quer tirar Moro de ação penal
"O juiz Sérgio Moro formulou e julgou uma acusação totalmente diversa, o que deve resultar no reconhecimento da nulidade da sentença pela violação do 'princípio da congruência'", diz a defesa de Lula. 

A ESPERANÇA DE SER ABSOLVIDO

"Na condição de advogados do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva fizemos hoje (11/09) o protocolo da fundamentação do recurso de apelação (“razões de apelação”) que havia sido interposto em 31/07, nos autos da Ação Penal nº 5046512-94.2016.4.04.7000/PR. A peça, DE 490 páginas, é dirigida ao Tribunal Regional Federal da 4ª. Região (TRF4), ao qual caberá julgar o recurso que impugna a sentença proferida em 12/07 - e complementada em 18/07 – pelo juízo da 13ª. Vara Federal Criminal de Curitiba, que, desprezando a prova da inocência levada aos autos, impôs a Lula uma injusta e injurídica condenação. A defesa busca com o recurso a declaração da nulidade do processo ou, ainda, da sentença – para que outra seja proferida – ou, ainda, a pronta da decisão de primeiro grau, com a absolvição de Lula".

veja; políticos em reunião; como parar a operação lava jato


CRIMES COMETIDOS POR LULA

O ex presidente foi condenado a nove anos e seis meses de cadeia pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso triplex 



Continue lendo....