Jesus




Gilmar absolve Waack do crime de racismo: “Todos nós podemos errar”


Por; Rosinaldo Pereira /colunista

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Gilmar absolve Waack do crime de racismo: “Todos nós podemos errar”




Embora o racismo seja crime inafiançável, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, absolveu o jornalista William Waack, da Globo, que disse "é preto, é coisa de preto", ao reclamar de um cidadão que buzinava na rua durante cobertura jornalística nos Estados Unidos.



Desde que o vídeo veio à tona, Waack foi criticado até por artistas da própria emissora, como o ator Lázaro Ramos; a Globo afastou o jornalista e ele também perdeu seu programa na GloboNews.

"Interessante texto de Demetrio Magnoli. Expresso minha solidariedade ao jornalista William Waack. Todos nós podemos errar", escreveu o ministro no Twitter, ao postar artigo do filósofo na Folha de S.Paulo. 






Black Friday vem aí... a Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

As mais lidas da semana

VOCÊ VIU?

 
JORNAL 21 BRASIL.
jornal do brasil, jornal 21, notícias de Bolsonaro, política do brasil, Jornalismo livre, a tragetoria de Sergio Moro, notícias do brasil, notícias de Sergio Moro, notícias de lula, lula preso, lula na cadeia, operação lava-jato
  • ""JORNALISMO LIVRE""



  • ""O SEU JORNAL DIGITAL 24 HORAS POR DIA, 7 DIAS POR SEMANA. ""