Postagem em destaque

Carta para Bolsonaro desmoraliza Três ministros do Supremo

O que você vai ver agora foi enviado para o Site Folha de Brasília com um objetivo, chegar ao Presidente Jair Bolsonaro.   Reproduzido por...

Uma página a serviço do Brasil:

PF descobre que R$ 160 milhões em propina eram pagos para liberar créditos tributários

PF descobre que R$ 160 milhões eram pagos em propina para liberar créditos tributários 


De acordo com o jornal o globo A Polícia Federal, o Ministério Público Federal (MPF) e a Receita Federal deflagraram na manhã desta segunda-feira a operação “Baixo Augusta”, para apurar a existência de um esquema de pagamento de R$ 160 milhões em propina, que visava acelerar a liberação de créditos tributários junto à Receita. A ação ocorre após o Supremo Tribunal Federal (STF) enviar partes do acordo de colaboração premiada firmado entre executivos da JBS e o MPF para a Justiça Federal de São Paulo, com o objetivo de apurar condutas de pessoas que não tinham foro privilegiado.





Um auditor-fiscal da Receita Federal foi afastado judicialmente e oito pessoas físicas e jurídicas tiveram seus bens bloqueados.
As provas colhidas até o momento apontam para um esquema de pagamento de propinas que funcionou de 2004 até este ano, no qual um auditor fiscal seria pago para agilizar a liberação de recursos que a JBS teria a receber do Fisco a título de créditos tributários.





Análises das movimentações financeiras entre os envolvidos indicam o recebimento de aproximadamente R$ 160 milhões em propinas nos últimos 13 anos. A investigação indica que as transações ocorriam por meio de empresas de fachada e a emissão de notas fiscais falsas.




Policiais Federais cumprem 14 mandados de busca e apreensão expedidos pela 10ª Vara Criminal Federal de São Paulo. Os mandados são cumpridos em endereços residenciais e empresas, nas cidades de São Paulo, Caraguatatuba, Campos do Jordão, Cotia, Lins e Santana do Parnaíba.

O acordo de delação premiada dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do grupo JBS, e de executivos da empresa foi homologado pelo ministro do STF Edson Fachin em maio.



ex-assessor de Michel Temer (PMDB-PR) vira réu no caso da mala de R$ 500 mil



Gravado e filmado em negociações e ao receber uma mala, o ex-assessor presidencial irá responder ao....LEIA MAIS




Picciani abre o jogo e admite ter vendido gado para empresa suspeita de caixa 2


O presidente licenciado da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani (PMDB-RJ), admitiu em depoimento à.........LEIA MAIS





Compartilhe e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;



Deixe sua opinião, é muito importante:


Uma página de Direita, tudo sobre Moro e Bolsonaro. Diga não ao PT, curta essa página e fique por dentro de tudo:


Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 3.214 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.









Notícias Relacionadas

  • Volte para capa e leia mais >>>>> Leia mais...

  • .Direto da Fonte, com Rosinaldo Pereira

    . Denúncia Política. -O lado oculto da política

    Em breve, podcasts de Jornal 21, click aqui e ouça :