Neste site tem: "Black Friday"







Moro anula interrogatório feito por força-tarefa de Curitiba

Em: __Por: Rosinaldo Pereira

__ 6/08/2018




Moro anula interrogatório feito por força-tarefa de Curitiba




Moro anula interrogatório feito por força-tarefa de Curitiba




O juiz federal Sergio Moro anulou a validade de um interrogatório feito pela força-tarefa da Lava Jato em Curitiba com Carlos Felisberto Nasser, ex-assessor da Casa Civil do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB).



Moro entendeu que o interrogatório é inválido porque Nasser não foi advertido do direito de permanecer em silêncio, uma vez que foi formalmente acusado. "A advertência do direito ao silêncio é condição de validade do interrogatório na fase de investigação ou na fase judicial. [...] Não estando a advertência do direito ao silêncio expressa nem no termo de interrogatório, nem na degravação efetuada, não pode ser suprida por prova testemunhal como pretende o MPF. 


Então, defiro o requerido pela defesa de Carlos Felisberto Nasser e declaro a ilicitude do interrogatório na fase de investigação de Carlos Felisberto Nasser por falta de advertência do direito ao silêncio. A prova não será considerada por este juízo e será desentranhada dos autos", afirmou Moro no despacho.




O juiz, porém, disso que a ilicitude do interrogatório não afeta a continuidade da investigação contra Nasser, já que há outras provas contra ele.





Se você não divulgar, a Globo não divulga: Compartilhe em "grupos" e alcance mais pessoas:


Seguir; Aliança pelo Brasil

Seguir no twitter;




"NÃO DEIXE A VOZ DA DIREITA SILENCIAR" O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com o JORNAL 21 BRASIL, uma Imprensa livre e sem dinheiro público, doando qualquer valor. Acesse:




Uma página 100% de DIREITA. Você pode e tem voz.



"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"





ALIANÇA PELO BRASIL: "Este é um momento histórico, onde a maioria silenciosa finalmente terá voz". Ajude o presidente, curta a Página


Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

Destaque do dia..

Novas ligações interceptadas indicam pagamentos milionários de Joesley para Dilma (veja o vídeo)

A corrupção desenfreada que contaminou o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, realmente parece que prosseguiu sem trégua...

As mais lidas do dia