Não deu! PF barra Assessor do Papa de ver Lula





Não deu! PF barra Assessor do Papa de ver Lula

Em: __Por: Rosinaldo Pereira

__ 6/12/2018


Não deu! PF barra Assessor do Papa de ver Lula


Com a explicação de que não se tratava de um religioso, um padre consagrado, a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba impediu, na tarde de segunda-feira (11/06), que Juan Gabrois, que atua como assessor do Papa Francisco, coordenando os famosos Encontros Mundiais de Movimentos Sociais em Diálogo com o Papa, visitasse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ali recolhido desde 7 de abril.

A visita estava previamente agendada para esta segunda-feira, dia reservado à chamada “assistência religiosa”. Nela, Gabrois entregaria a Lula um rosário abençoado por Francisco, assim como as conclusões dos encontros do pontífice com representantes dos movimentos sociais, o último dos quais no final de 2016. Mas por não ser religioso, embora teólogo, o argentino não passou da porta do prédio. O impedimento foi mais noticiado do que seria a visita em si.


Ao deixar o prédio da Polícia Federal ele se queixou do impedimento da visita, questionando o conhecimento da “autoridade máxima” que lhe recebeu  na superintendência  - por ele não identificada – que recorreu a argumentos de natureza teológica – não ser um sacerdote consagrado - para impedir seu acesso a Lula . “Não sei se estes funcionários têm formação teológica, mas insisto que todos os batizados somos discípulos e missioneiros e temos funções religiosas a cumprir”, protestou junto aos jornalistas.








Compartilhe em "grupos" e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;


"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"



Barroso desmonta falácia que culpa prisão em segunda instância por superpopulação carcerária (veja o vídeo)

Em seu voto a favor da manutenção do entendimento que permite a prisão após condenação em segunda instância, o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, fez questão de desmontar uma das falácias mais patéticas utilizadas pelo ex-advogado de Dilma Rousseff, José Eduardo Cardoso em desfavor de tal entendimento.
Para o petista, a prisão em segunda instância seria uma das responsáveis pela superpopulação carcerária. A afirmação é mentirosa, e Barroso a esmigalhou com números concretos do sistema penitenciário em seu voto.

Confira:



"A CORRUPÇÃO MATA NA FILA DO HOSPITAL"




Eis o que Dias Toffoli pensava sobre prisão em segunda instância (antes de Lula ser preso)

>

A esquerda já tentou nos calar, seja nossa vós, curta nossa página e receba diáriamente notícias do governo Bolsonaro. -Somos de #DIREITA

Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

Destaque do dia..

Augusto Aras praticamente pede para STF derrubar prisão em segunda instância

Augusto Aras parou com seus rodeios e foi mais claro: ele não concorda com a obrigatoriedade da prisão de condenados em segunda instânci...


As mais lidas do dia..