Não vim aqui para bater boca com um desqualificado (Colocar bomba, colocava a tua ex-chefe Dilma Rousseff) Bolsonaro





Não vim aqui para bater boca com um desqualificado (Colocar bomba, colocava a tua ex-chefe Dilma Rousseff) Bolsonaro




Em um debate que ficou marcado pelas poucas provocações entre os candidatos, Jair Bolsonaro (PSL) foi o presidenciável mais atacado no encontro desta quinta-feira (9) promovido pela Band.

O deputado federal teve pelo menos dois momentos de trocas de acusações com o candidato do PSOL, Guilherme Boulos, e também teve declarações suas contestadas pelo senador Alvaro Dias (Podemos). Ainda foi ironizado em determinado momento por Ciro Gomes (PDT).

Bolsonaro disse que Walderice Santos da Conceição é uma "senhora humilde, trabalhadora" que ganha R$ 2 mil por mês.


Ele disse ainda em tom de ironia que pensou que tivesse ido ao debate para discutir política nacional. "Eu não vim aqui para bater boca com um cidadão desqualificado", declarou o presidenciável, que foi chamado de "farinha do mesmo saco" e representante da velha política corrupta" e abriu mão do tempo integral de sua tréplica.


Bolsonaro (PSL) e Boulos (PSOL) ficaram lado a lado durante o debate.
Os dois voltariam a se enfrentar no quarto bloco. Boulos disse que o capitão da reserva do Exército foi expulso da corporação "porque queria jogar bomba lá em algum lugar". Bolsonaro pediu direito de resposta - que não foi concedido, porque ainda era o seu próprio período de falar - e negou a acusação do candidato do PSOL.



"Colocar bomba, colocava a tua ex-chefe Dilma Rousseff, que matou gente inclusive", rebateu Bolsonaro. Boulos pediu direito de resposta, alegando que a ex-presidente petista nunca foi sua chefe, mas a organização negou.


Compartilhe em "grupos" e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;





>> CLICK AQUI E VEJA, VEM AÍ A PAUTA EXPLOSIVA DO STF..

"A CORRUPÇÃO MATA NA FILA DO HOSPITAL"




Eis o que Dias Toffoli pensava sobre prisão em segunda instância (antes de Lula ser preso)

>

Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

Destaque do dia..

Celso de Mello “sinaliza” que vai anular processo de Lula condenado pelo ex-juiz Sérgio Moro

Nos bastidores, a possibilidade de se alinhar a Gilmar e a Ricardo Lewandowski a favor do pedido do petista para derrubar a condenação ...


As mais lidas do dia..