Autor do crime; A pensão já estava paga, 300 reais em dinheiro, quatro celulares e o notebook, muito estranho para alguém que estava desempregado




A pensão já estava paga, 300 reais em dinheiro, quatro celulares e o notebook, muito estranho para alguém que estava desempregado



Pensão já estava paga, 300 reais em dinheiro, quatro celulares e o notebook, muito estranho para alguém que estava desempregado registra o antagonista.


Em depoimento à PF, Adélio Bispo de Oliveira admitiu motivação política e religiosa no atentado ao deputado Jair Bolsonaro. Por esse motivo, ele foi enquadrado na Lei de Segurança Nacional – como registramos mais cedo.
Fernando Franceschini, que acompanha as investigações, reiterou que a Polícia apreendeu quatro celulares (dois estavam com Adélio e outros dois na pensão em que estava hospedado).
“A pensão já estava paga. 300 reais em dinheiro. Mais os quatro celulares e o notebook. Muito estranho para alguém que estava desempregado.”

Segundo ele, há indícios de que Adélio acompanhou Bolsonaro em eventos políticos nos últimos dois meses, inclusive no Rio.
A PF agora vai pedir a quebra dos sigilos telefônico e bancário do criminoso.



Compartilhe em "grupos" e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;





>> CLICK AQUI E VEJA, VEM AÍ A PAUTA EXPLOSIVA DO STF..

"A CORRUPÇÃO MATA NA FILA DO HOSPITAL"




Eis o que Dias Toffoli pensava sobre prisão em segunda instância (antes de Lula ser preso)

>

Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

Destaque do dia..

Celso de Mello “sinaliza” que vai anular processo de Lula condenado pelo ex-juiz Sérgio Moro

Nos bastidores, a possibilidade de se alinhar a Gilmar e a Ricardo Lewandowski a favor do pedido do petista para derrubar a condenação ...


As mais lidas do dia..