PT e PSDB: pó do mesmo giz

Por; Rosinaldo Pereira /colunista

pó do mesmo giz



Um estado democrático pode ter dezenas de partidos políticos, mas a alternância quase sempre volta para o mesmo lugar, porque? 


Em 1993, antes do plebiscito que decidiria sobre o sistema de governo do País, Lula e FHC planejaram que o operário seria presidente e o sociólogo primeiro-ministro. 

7) FHC ajudou a tranquilizar o mercado na eleição de Lula em 2002. Enviou seu ministro-chefe da Casa Civil, Pedro Parente, à Casa Branca, para avalizar o futuro governo petista, instruiu seu ministro da Fazenda, Pedro Malan, a construir uma agenda comum junto ao homem forte de Lula, Antonio Palocci, com o Tesouro dos Estados Unidos, o FMI e Wall Street. 


FHC relatou: “Lula conversou comigo no dia da posse. E foi bonita aquela posse… Na hora de ir embora, o Lula levou a mim e a Ruth até o elevador. E aí ele grudou o rosto em mim, chorando. E disse: ‘Você deixa aqui um amigo’. Foi sincero, não é?”.
8)  Henrique Meirelles, deputado federal do PSDB, foi o homem forte da economia do governo Lula. FHC ironizou: “Eu também comemoro a melhoria na distribuição de renda. A política dele é a minha”.
9) Com Márcio Thomaz Bastos, em encontros secretos em que estava Palocci, FHC jogou areia na possibilidade de impeachment de Lula em 2005, no auge do escândalo do Mensalão. 


10) PT e PSDB se coligaram em 999 disputas de prefeituras nas últimas eleições municipais. Em 149 casos, chapas que contaram com o PT foram encabeçadas por candidatos a prefeito pelo PSDB. com (estadão)


Continue lendo....