Postagem em destaque

Segunda Turma do Supremo solta lula terça feira, Generais na Esplanada estão em alerta

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal analisa na próxima terça-feira, dia 25, um pedido de liberdade apresentado pela defesa d...

Petistas estão raivosos com Moro no Ministério da Justiça

(Sem Deus não há vida, sem família não há base para nada...)



Por; Rosinaldo Pereira



Petistas estão raivosos com Moro no Ministério da Justiça





Minutos após confirmada a informação de que Sergio Moro aceitou o convite de Jair Bolsonaro para ser o próximo ministro da Justiça, as lideranças petistas começaram a derramar lágrimas nas redes sociais.
O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato em primeira instância, aceitou o convite para ser o novo ministro da Justiça a partir de 1º de janeiro de 2019.




A decisão foi oficializada por meio de uma nota oficial, e pelo próprio presidente eleito Jair Bolsonaro, em tuíte publicado minutos atrás.

O futuro ex-senador petista Lindbergh Farias escreveu no Twitter que sempre alertou que “Moro atuava como militante, e não como magistrado”.







Moro prendeu Lula, o candidato líder nas pesquisas, e atuou com afinco pra impedi-lo de concorrer. Imediatamente após o processo eleitoral, aceita o convite de Bolsonaro para virar "superministro". Pior: segundo o vice Mourão, o convite foi feito ainda durante a campanha.
Poucas coisas podem ser mais descaradas do que isto. Sempre alertamos que Moro atuava como militante, e não como magistrado. Depois de interferir no processo eleitoral, vira ministro do candidato beneficiado por ele. Em qualquer lugar do planeta isso seria um escândalo.

A vice na chapa derrotada de Fernando Haddad (PT) à Presidência, Manuela D’Ávila, também reagiu à notícia:

Ao aceitar o convite para ser Ministro da Justiça, Sérgio Moro decide tirar a toga para fazer política.

A comunista Manuela fez uma boa leitura. Foi exatamente isto que aconteceu. O juiz federal Sergio Moro deixou claro esta pretensão em sua nota.
Horas atrás, ainda antes da confirmação de Moro, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, já havia criticado a isenção do futuro Ministro da Justiça.

Sérgio Moro não vê problema em conversar com presidente eleito e considerar seu convite para ocupar um ministério. O presidente em questão falou q Lula vai apodrecer na cadeia e quer exterminar os vermelhos. Viva juízes isentos como Moro e presidentes democráticos como Bolsonaro!

Seguir no twitter;

Continue lendo e deixe seu comentário....


-A esquerda quer nos calar! não deixe que isso aconteça, curta nossa página...


Deixe seu comentário aqui!


  • APÓS COMENTAR, VOLTE PARA CAPA
  • Compartilhe Agora