Bolsonaro derrota por unanimidade o PT no TSE







O Tribunal Superior Eleitoral rejeitou uma segunda ação do PT para tornar Jair Bolsonaro inelegível.
Por unanimidade, a Corte arquivou acusação segundo a qual o empresário Denisson Moura, da Komeco, teria pedido que funcionários usassem adesivos e camisetas de apoio a Bolsonaro.

“Não configura pratica abusiva o engajamento de empresário na campanha de determinado candidato mediante encaminhamento de vídeo aos seus funcionários no qual se limita a convidá-los a participar de atos de campanha”, afirmou o relator do caso, Jorge Mussi.






Seguiram seu voto Og Fernandes, Admar Gonzaga, Luís Roberto Barroso, Edson Fachin e Rosa Weber. A maioria da Corte já havia rejeitado ação semelhante, envolvendo Luciano Hang, da Havan.


Compartilhe e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;



"A CORRUPÇÃO MATA NA FILA DO HOSPITAL"





Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

Destaque do dia..

Celso de Mello “sinaliza” que vai anular processo de Lula condenado pelo ex-juiz Sérgio Moro

Nos bastidores, a possibilidade de se alinhar a Gilmar e a Ricardo Lewandowski a favor do pedido do petista para derrubar a condenação ...


As mais lidas do dia..