Gilmar quer leva lula para o semi-aberto, excluindo da condenação o crime de lavagem de dinheiro

Por; Rosinaldo Pereira /colunista




Essa é a tese de Gilmar Mendes

O plano dos advogados de Lula é reduzir sua pena no STF e mandá-lo para o regime semi-aberto:

O Globo explicou direitinho:




“A Segunda Turma deve julgar no início de 2019 um recurso da defesa contra o mérito da condenação do TRF-4. Os advogados querem reverter a condenação ou, alternativamente, diminuir a pena imposta ao réu. Entre ministros da Segunda Turma, ganha corpo a tese de que a pena atribuída a Lula foi excessiva, porque ele teria sido condenado por um mesmo fato duas vezes – o que, por lei, é proibido.



O petista foi enquadrado em corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Para alguns ministros, seria possível excluir da condenação o crime de lavagem de dinheiro. Com a pena total diminuída, Lula poderia ser transferido para o regime semi-aberto, ou mesmo para a prisão domiciliar.”



Essa é a tese de Gilmar Mendes. Ninguém sabe se, além de Ricardo Lewandowski, algum outro ministro  também vai votar com ele.

Continue lendo....