"Destaque do dia"


Congresso obriga o contribuinte pagar a conta para a farra dos políticos com seus impostos

Congresso praticamente obriga o contribuinte pagar a conta para a farra dos políticos Não satisfeitos com seus salários astronômic...




Juíza nega novo pedido de visita de senadores petistas a Lula

Em:
__ 12/10/2018




Juíza nega novo pedido de visita de senadores petistas a Lula






A juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, negou hoje um pedido de visita de membros da comissão de Direitos Humanos do Senado ao presidiário Lula, informa o UOL.



Em seu despacho, a juíza lembra que o lugar em que Lula está preso já foi inspecionado por diversas comissões parlamentares, incluindo os mesmos senadores que solicitaram a nova visita –Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias entre eles.



Os petistas queriam rever o Estimado Líder entre 11 e 13 de dezembro. Lebbos respondeu que o requerimento causava “estranheza” e que nenhum dos relatórios feitos nas visitas anteriores mostrou “irregularidades efetivas” na prisão.









Se você não divulgar, a Globo não divulga: Compartilhe em "grupos" e alcance mais pessoas:






Inscreva-se no canal "PÁTRIA AMADA BRASIL"

Seguir; Aliança pelo Brasil

Seguir no twitter;




"NÃO DEIXE A VOZ DA DIREITA SILENCIAR" O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com o JORNAL 21 BRASIL, uma Imprensa livre e sem dinheiro público, doando qualquer valor. Obrigado de coração a todos vocês, Acesse:





Uma página 100% de DIREITA. Você pode e tem voz.



"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"






ALIANÇA PELO BRASIL: "Este é um momento histórico, onde a maioria silenciosa finalmente terá voz". Ajude o presidente, curta a Página


Canal, Pátria amada Brasil

Inscreva-se:

Gilmar assustado com delação de hacker, "mensagens que Mendes defendem são falsas"

Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.




As mais lidas do dia