URGENTE! MATÉRIA EM DESTAQUE

LEIA O TEXTO COMPLETO QUE BOLSONARO COMPARTILHOU E FERVEU TODOS OS PODERES

Por; Rosinaldo Pereira  Bastaram 5 meses de um governo atípico, “sem jeito” com o congresso e de comunicação amadora pa...

Ministros em pânico "Delação de Sérgio Cabral inclui até juízes graúdos"

(Sem Deus não há vida, sem família não há base para nada...)




"Delação de Sérgio Cabral inclui até juízes e membros do MP"


A delação de Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio (RJ), precursora da Lava Toga, teria feito menção a atuação de pelo menos três ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o que estaria provocando verdadeiro pânico no tribunal.

O esquema delatado aponta a utilização de escritórios de advocacia na prática da lavagem de dinheiro.


Nesse caso, inclui-se a banca de Cristiano Zanin, defensor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que abocanhou a bagatela de R$ 68 milhões.

Porém, uma outra delação poderá expandir enormemente o alcance da Lava Toga.



O advogado João Bernardo Kappen está assumindo a defesa do ex-governador Sérgio Cabral Filho com uma procuração com poderes para negociar a delação premiada.
Em sua delação, Cabral promete detalhar as ações realizadas na Copa do Mundo de 2014 e na compra de votos para que o Rio de Janeiro fosse sede dos Jogos Olímpicos de 2016.



Todavia, a promessa mais extravagante do ex-governador é a inclusão de membros do Judiciário e do Ministério Público, o que incluiria juízes do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e ministros do STJ, além de ex-chefes do Ministério Público do estado.

Neste caso, juízes enrolados com Cabral devem estar em pânico. -Uma vergonha para o judiciário.


-Deixe sua opinião, você é importante! -A esquerda quer nos calar! não deixe que isso aconteça, curta nossa página...


Deixe seu comentário aqui!


  • APÓS COMENTAR, VOLTE PARA CAPA
  • Continue lendo....