Centrais sindicais do país, vão começar um chamado a greve geral contra Bolsonaro

Por; Rosinaldo Pereira /colunista


As Centrais sindicais do país, vão pra cima do presidente Jair Bolsonaro com um chamado a greve geral, registra o painel da Folha.


A primeira reunião das seis maiores centrais sindicais do país após a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) vai começar com um chamado a greve geral. 



O presidente da Força, Miguel Torres, defende a articulação de uma grande paralisação, a ser iniciada assim que o governo apresentar sua proposta de reforma da Previdência, o que deve acontecer no início de fevereiro. 



Torres diz ver indícios de que as mudanças serão feitas de forma a poupar determinadas categorias, em especial os militares.


Continue lendo....