Plantonista do STF dá à Justiça Federal poder de barrar candidatura de Renan






O ministro Luiz Fux remeteu à Justiça Federal de Brasília um pedido do MBL para impedir a candidatura de Renan Calheiros à presidência do Senado.



O MBL diz que o senador, alvo de 14 investigações, não tem idoneidade e reputação ilibada.

Atualizado; 19/56 -Deu Ré!  Fux recua e cancela a própria decisão de envio de ação contra Renan para 1ª instância

De plantão no STF, Fux considerou que não compete ao STF analisar o assunto, deixando Renan Calheiros sujeito a uma decisão de primeira instância.



Um eventual veto, no entanto, poderá ser revertido por meio de recursos.



Compartilhe e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;



"A CORRUPÇÃO MATA NA FILA DO HOSPITAL"





Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.


As mais lidas do dia..