Vladimir Putin enviou cerca de 400 soldados russos que lutaram na Síria e na Ucrânia para proteger Maduro

Por; Rosinaldo Pereira /colunista


Reportagem da agência Reuters informa que o governo de Vladimir Putin enviou cerca de 400 paramilitares para a Venezuela.



Eles pertencem ao grupo Wagner, uma empresa de segurança privada formada principalmente por ex-soldados russos que lutaram na Síria e na Ucrânia. 


O objetivo é proteger o ditador Nicolás Maduro, aliado da Rússia.

E mais; Trump peita o Ditador e determina que sua equipe diplomática não deixe a Venezuela "Maduro terá o que merece" 





Continue lendo....