Antes de cair, Boechat pula de helicóptero diz testemunha, veja

Por; Rosinaldo Pereira /colunista


A vendedora Leilaine Rafael da Silva, que estava numa moto com o marido no momento do acidente com o helicóptero de Ricardo Boechat, disse que viu o passageiro pulando da aeronave, que depois caiu sobre ele, informa o G1.



O helicóptero levava apenas o jornalista e o piloto Ronaldo Quattrucci, ambos mortos no acidente.

“Uma pessoa pulou do helicóptero. O piloto ficou dentro do helicóptero. A pessoa que caiu na pista. Era o que tinha pulado primeiro. Ele pulou na pista, caiu no chão e o helicóptero caiu em cima dele”, disse Leilaine, que prestou depoimento na polícia.



“Mas eu queria salvar ele. Porque o piloto não pulou, ficou dentro do helicóptero”, completou a vendedora, que ajudou a retirar o motorista de dentro do caminhão que se chocou com a aeronave.

-Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil informou que a empresa RQ Serviços Aéreos Especializados, do piloto Ronaldo Quattrucci – que também morreu no acidente – não estava autorizada a fazer o serviço de táxi aéreo.

De acordo com a Anac, a empresa estava habilitada a para prestar serviços aéreos especializados, que incluem fotografia, reportagem e filmagem.

“Qualquer outra atividade remunerada fora das mencionadas não poderia ser prestada. Tendo em vista essas informações, a Anac abriu procedimento administrativo para apurar o tipo de transporte que estava sendo realizado no momento do acidente”, diz a nota da agência.


Continue lendo....