Publicidade
Bolsonaro não está pra brincadeira, exonera ministro suspeito imediatamente






A denúncia de que durante a campanha o então candidato Marcelo Álvaro Antônio fez uso de “laranjas” para se apropriar da cota feminina do fundo eleitoral, custou-lhe o cargo de Ministro do Turismo.



Decreto publicado nesta terça-feira (5) no Diário Oficial da União procede a exoneração do ministro.
Assinaram o decreto o Presidente da República e o Ministro da Justiça. Houve uma constatação de que a denúncia pode ter alguma consistência. Diante disso a atitude do Presidente da República foi condizente com o que havia prometido na campanha eleitoral.



O suspeito terá que se defender fora dos quadros do governo.
A ação rápida demonstra coerência.

Marcelo Antônio foi o deputado mais votado em Minas Gerais no último pleito. Diante de sua exoneração retorna para a Câmara Federal na bancada do PSL.

AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do DENÚNCIA POLÍTICA doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Anúncio

----

Anúncio




Anúncio