A MELHOR DA SEMANA

A renúncia de Toffoli e Moraes já é assunto do dia

Fernando Gabeira diz que Dias Toffoli e Alexandre de Moraes deveriam renunciar: “O Supremo pulou a cerca. Fragilizou o jogo democrátic...

Bolsonaro usa bala de prata “para vencer a esquerda", "pensando nas próximas gerações”

(Sem Deus não há vida, sem família não há base para nada...)

Por; Rosinaldo Pereira /colunista

"A BALA DE PRATA"

O presidente Jair Bolsonaro tem um caminho a seguir para ser vitorioso em seu governo: empregar a arma da determinação, usando como munição o diálogo, a tolerância e a paciência.

A opinião foi manifestada nesta sexta, 29, pelo general Paulo Chagas, em publicação nas redes sociais. Segundo o militar da reserva, as As propostas de Bolsonaro representam oportunidade “para vencer a esquerda, pensando nas próximas gerações”.



Veja trechos da postagem do general Paulo Chagas:

O exacerbado protagonismo ideológico fez com que, no Brasil, fosse deixado de lado o projeto de País. Perdemos de vista os nossos Objetivos Nacionais Permanentes!



Não podemos continuar parados no tempo e no espaço imaginando que nos basta combater a esquerda para que o Brasil progrida. É preciso provar na prática a nossa competência, deixando para a Nação as comparações necessárias para reconhecer o que é melhor para si.

Tivemos 33 anos de governos de esquerda e, hoje, temos um governo novo, disposto a estabelecer as bases para uma mudança dentro de parâmetros liberais. Isso impõe cuidado, parcimônia, diálogo e tolerância com um povo que só sabe o que não quer, que reconhece a incompetência do Estado, mas que tem medo de viver longe dele!



O liberalismo, algo que nunca foi experimentado no Brasil, não é uma ideologia, mas um conjunto de idéias que, sem dúvida, é a melhor opção para tirar o Brasil definitivamente das suas “crises”.

Assim, temos que implementá-lo com cuidado e parcimônia, de modo a provar as suas virtudes e capacidades em clima de confiança, sem desconsiderar as idiossincrasias, os costumes e os conceitos centralizadores construídos ao longo da nossa história, os quais devem ser substituídos de forma gradual, não imposta, evitando frustrações, desordens e crises políticas que colocam em risco o próprio sistema democrático, tão essencial para o pensamento liberal como a liberdade econômica e o respeito pelos direitos humanos.



Determinação com diálogo, tolerância e paciência são, portanto, as palavras chave do processo de mudança a ser implementado pela equipe do presidente Bolsonaro nos próximos quatro anos.




-Deixe sua opinião, você é importante! -A esquerda quer nos calar! não deixe que isso aconteça, curta nossa página...


Deixe seu comentário aqui!


  • APÓS COMENTAR, VOLTE PARA CAPA
  • Continue lendo....