Publicidade
No Brasil o crime compensa, Triste realidade! "Dirceu, preso hoje, solto amanhã"



Publicidade
--- ---






Condenado em duas ações penais na Lava Jato em segunda instância, José Dirceu permanece solto basicamente por conta de dois diferentes recursos ainda pendentes de julgamento.

No caso mais antigo, decorrente de uma condenação de setembro de 2017 pelo TRF-4, a 30 anos de prisão por corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro, ele foi solto por decisão do STF em junho.



Na época, a Segunda Turma viu “plausibilidade jurídica” no recurso contra a condenação apresentado ao STJ – essa apelação ainda não foi julgada e só depois disso o ex-ministro pode voltar a cumprir a pena.

Em uma condenação posterior, de novembro de 2017, o TRF-4 condenou Dirceu a 8 anos de prisão, por corrupção e lavagem. Neste caso, a defesa ainda pode apresentar um último recurso ao próprio tribunal.

No último dia 21 de fevereiro, a corte rejeitou embargos infringentes contra a condenação, mas sobre essa decisão, ainda cabem um outro embargo de declaração.



Só depois disso, o TRF-4 pode declarar o esgotamento da jurisdição de segunda instância e mandar executar a nova pena.

-No Brasil o crime compensa, Triste realidade!  O Brasil, infelizmente ainda é o País da impunidade, Dirceu, preso hoje, solto amanhã.




Anúncio



AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do JORNAL 21 BRASIL doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:



Basta clicar e se inscrever no canal, é simplis!

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Naõ confie no Facebook. Compartilhe e alcance mais pessoas;



Anúncio
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Seja o primeiro a saber, click e participe do grupo, receba a próxima notícia no seu celular;




Anúncio Anúncio
--------------------------------------