Vídeo; Professora, aos prantos, denuncia perseguição por não apoiar PT em escola "fui chamada de vagabunda"

Por; Rosinaldo Pereira /colunista


Um relato chocante de uma professora de inglês, que não se identifica no vídeo nem diz em qual escola leciona, traz a triste realidade que era, e ainda é, boa parte das escolas nacionais, em que a esquerda dita as normas e persegue opositores.



O vídeo desta mulher começou a circular nesta terça-feira (12) pelas redes sociais. Trata-se de uma professora que se negou em falar em sala de aula sobre o Partido dos Trabalhadores, foi humilhada por colegas de trabalho e sindicalistas e chegou até a passar necessidades. Segundo ela, chegou a "depender de amigos para sobreviver".



Pelo simples fato de não concordar em transformar a sala de aula em um palanque político do PT, esta professora foi perseguida durante 4 anos por uma colega que levava para as aulas, segundo ela, uma pasta com materiais petistas. Sentido-se censurada por não poder expressar sua indignação com o caso na escola e por ser ridicularizada, a professora de inglês entrou na Justiça contra a colega e ganhou a ação.



Veja o vídeo da professora:

Continue lendo....