Publicidade
Bolsonaro conseguiu rachar o STF e o Congresso com textos que prega combater corrupção ‘nos gabinetes’




Bolsonaro conseguiu rachar o Judiciário e o Congresso com textos que prega combater corrupção ‘nos gabinetes’, registra o Painel da Folha.

O aceno de um pacto entre os chefes dos três Poderes em torno de, entre outras questões, uma reforma da Previdência, rachou a magistratura. Além da Ajufe, que condenou a iniciativa publicamente, a Anamatra também critica a hipótese de o presidente do STF, Dias Toffoli, assinar o documento proposto por Jair Bolsonaro. As duas entidades se preparam para ir à Justiça contra as regras de aposentadoria propostas pelo governo. Já a AMB defende a tentativa de facilitar o diálogo.



A Associação dos Juízes Federais apresentou a parlamentares notas técnicas contra elementos da reforma de Paulo Guedes (Economia). Se o Parlamento chancelar a proposta do governo, a entidade vai judicializar trecho que traça nova alíquota a ser cobrada de servidores públicos.

A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho pediu audiência com Toffoli. O grupo já apontou inconstitucionalidades na reforma e vê com preocupação a tentativa de atrelar o Supremo à causa.



Já o presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, Jayme Oliveira, diz que o “reconhecimento da necessidade de reformas não significa, em nenhuma hipótese, a defesa desta proposta ou de pontos dela”.




Anúncio



AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do JORNAL 21 BRASIL doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Naõ confie no Facebook. Compartilhe e alcance mais pessoas;



Anúncio
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Seja o primeiro a saber, click e participe do grupo, receba a próxima notícia no seu celular;




Anúncio Anúncio
--------------------------------------