Neste site tem: "Black Friday"







Revelação de Bolsonaro deixa políticos em alerta, um "tsunami " no governo, uns erros são imperdoáveis, outros não

Em: __Por: Rosinaldo Pereira

__ 5/10/2019




Revelação de Bolsonaro deixa políticos em alerta, um "tsunami " no governo, uns erros são imperdoáveis, outros não





Em um evento na Caixa, Jair Bolsonaro disse hoje que seu governo está enfrentando problemas porque ele decidiu evitar indicações políticas no primeiro escalão

O presidente prevê um “tsunami” na próxima semana, provavelmente em relação à MP da reforma administrativa, ou [.....] assuntos relacionados aos militares.

“Os partidos do Centrão somam cerca de 350 dos 513 deputados, o que lhes dá ampla margem para aprovar emendas constitucionais”. -A ministra Rosa Weber deu cinco dias para Jair Bolsonaro explicar o decreto que amplia o porte de armas.

Sergio Moro tem o mesmo prazo.

Com a palavra, o presidente da República;


“Me elegi e a decisão foi, como havia falado por anos, que não teríamos indicações políticas. Escolhi os nossos ministros por critério técnico. Todos têm 100% de liberdade para escolher seus subordinados. Se porventura eu indicar alguém, falei para os ministros, eles têm poder de veto. O que eu quero deles, na ponta da linha, é produtividade. Tem que atender o fim, a quem se destina a instituição. E assim estamos governando. Alguns problemas? Sim, talvez tenha um tsunami na semana que vem. Mas a gente vence esse obstáculo com toda certeza. Somos humanos, alguns erram. Uns erros são imperdoáveis, outros não.”

-Nos bastidores, os políticos estão em alerta com o presidente.

Atualizado as 19:48hrs -Brasília está alvoroçada com a frase de Bolsonaro

-Que venha o art; 142

E mais; Mirando o STF, Moro permanece no cargo até o fim, doa a quem doer

Veja também;  Moro: “O Coaf está em casa” Se o COAF não vai a Moro, Moro vai até o COAF, Pensaram que ia ser fácil?



Se você não divulgar, a Globo não divulga: Compartilhe em "grupos" e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;



"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"


O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a Imprensa livre sem dinheiro público, doando qualquer valor. Acesse:









Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

Destaque do dia..

STF demora 63 anos para julgar processo e até advogados já morreram

No dia 31 de maio de 2019, depois de 63 anos,  o STF julgou o caso de Paulo Roberto Menezes que pedia para ser reconhecido como fil...

As mais lidas do dia