Publicidade
PF deve investigar se houve venda de mandato de Jean Wyllys "eventuais transferências de recursos" e possível ligação a invasão de mensagens






O deputado federal José Medeiros (Podemos) enviou à PGR e à PF ofício em que reitera seu pedido para abertura de investigação sobre a “possibilidade de venda do mandato” de Jean Wyllys para o deputado David Miranda (PSOL).

No documento, ele também pede apuração sobre eventuais transferências de recursos entre Glenn Greenwald e Wyllys – que renunciou em janeiro alegando sofrer ameaças.


“Tem que parar de ser ingênuo. Há um claro objetivo político de desestabilizar tudo, para a Lava Jato e impedir a reforma da Previdência. Estamos em guerra contra uma quadrilha”, disse a O Antagonista.

No ofício, Medeiros relaciona a desistência de Wyllys às recentes reportagens do ‘The Intercept’ sobre trocas de mensagens entre Sergio Moro e procuradores da Lava Jato. O parlamentar fala em “invasão cibernética promovida e patrocinada por estrangeiros”.


“Tais fatos não me parecem ser mera coincidência.”





AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do DENÚNCIA POLÍTICA doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Anúncio

----

Anúncio




Anúncio