Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


A perda de mandato de João Doria e inelegibilidade por oito anos




A Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo reafirmou o pedido para que João Doria perca o mandato como governador do estado.

Em alegações finais encaminhadas ao TRE-SP, os procuradores eleitorais dizem que o tucano cometeu “abuso de poder político” pelo uso indevido de publicidade institucional ainda durante a sua gestão como prefeito de São Paulo — supostamente para promover a candidatura ao Palácio dos Bandeirantes.






Além da perda do mandato, a procuradoria pede a inelegibilidade de Doria por oito anos, assim como a do vice-governador Rodrigo Garcia. Também foi pedida a condenação do então secretário de Comunicação, Fábio Souza dos Santos.

A defesa de Doria diz que “não houve abuso de poder econômico e reitera a legalidade e a correção da sua conduta na gestão municipal”.

O QUE HÁ DE NOVO