Bolsonaro mira Deltan na PGR "ele é admirado por todos"


Publicidade





Nesta segunda-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro voltou a falar sobre o próximo procurador-geral da República, que ainda não foi revelado. Afirmou querer alguém que “não apenas combata a corrupção” e que não seja “xiita ambiental” nem “supervalorize minorias”.





A declaração foi dada a jornalistas um dia antes do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) analisar um processo contra o procurador. O presidente participou de uma inauguração em Pelotas, no Rio Grande do Sul.

– Quero um PGR que não apenas combata a corrupção, que entenda a situação do homem do campo, não fique com essa ojeriza ambiental, que não atrapalhe as obras que estão fazendo dificultando licenças ambientais, que preserve a família brasileira, que entenda que as leis têm que ser feitas para a maioria e não para as minorias. É isso que queremos – esclareceu.





Os repórteres perguntaram então sobre a possibilidade de ser Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná.

– Manda ele me procurar. Por que não me procurou até hoje? É muito simples. Todos querem ser procurados. Eu não procurei ninguém e a caneta BIC é minha – declarou.

Publicidade

Anúncio