General Militar monta estratégia que é acatada por Bolsonaro



General Militar monta estratégia que é acatada por Bolsonaro




Se não estiver no time , cai fora!



O general Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da Secretaria de Governo, montou a estratégia e o presidente Jair Bolsonaro acatou: A caneta presidencial só será usada em benefício de parlamentares que demonstrem irrestrita fidelidade ao Palácio do Planalto. Isso vale inclusive para a liberação de verbas de emendas. A distribuição de cargos federais na Esplanada dos Ministérios e nos estados também entra nessa lista.





A ‘taxa de fidelidade’ está sendo monitorada por meio das redes sociais de deputados e senadores.  Há ainda uma lupa para ver mais de perto pronunciamentos da tribuna e apartes. Nos próximos dias o Planalto vai liberar 2 bilhões de reais em emendas. 






Compartilhe em "grupos" e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;






>> CLICK AQUI E VEJA, VEM AÍ A PAUTA EXPLOSIVA DO STF..

"A CORRUPÇÃO MATA NA FILA DO HOSPITAL"




Eis o que Dias Toffoli pensava sobre prisão em segunda instância (antes de Lula ser preso)

>

A esquerda já tentou nos calar, seja nossa vós, curta nossa página e receba diáriamente notícias do governo Bolsonaro. -Somos de #DIREITA

Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

Destaque do dia..

O Brasil já decidiu, "não quer mais a esquerda" "A DIREITA está consolidada"

O brasileiro já decidiu o que quer para o futuro, "esquerda nunca mais" Uma pesquisa da FSB Comunicação, encomendada pela ...


As mais lidas do dia..