.

JORNAL 21 BRASIL
Sergio Moro, sem citar a Folha de S. Paulo, reagiu à sua manchete aloprada:

Crimes caem em todo o país (muito ainda a fazer), recordes de apreensão de cocaína pela PF, destruição de plantações de drogas nos países vizinhos, cresce montante de bens confiscados do crime e número de investigações da PF aumenta. Organizações criminosas reclamam do rigor da lei.



E quais são os dados citados pela reportagem?

– “Apesar de menos atividades nas ruas, cresceram o número de investigações e os valores de bens apreendidos de 2018 para 2019.”

– “Em casos relacionados a crime organizado, facções criminosas e crimes violentos, foram recolhidos R$ 548,1 milhões em patrimônio de investigados de janeiro a julho deste ano, mais que em todo 2018 (R$ 451,5 milhões).”

– “Até agosto de 2019, foram 67 toneladas de cocaína, quase o total de todo o ano passado.”

– “No mesmo período, foram tomados de traficantes 364,8 mil comprimidos de ecstasy, contra 295,3 mil em todo 2018.”

– “A PF sustenta ainda que o número de operações deflagradas não reflete, obrigatoriamente, o número de operações em andamento. Como exemplo, diz que havia cerca de 500 operações em curso no início do segundo semestre de 2018 e, atualmente, 738.”


A Folha de S. Paulo pode tentar derrubar Sergio Moro e o diretor-geral da PF, mas é evidente que isso não tem nada a ver com a notícia.
Postagem Anterior Próxima Postagem