O ministro Celso de Mello, do STF, Superior Tribunal Federal mandou um duro recado para o Presidente Jair Bolsonaro, registra a Crusoé. 


Na última sessão no Supremo Tribunal Federal com Raquel Dodge como procuradora-geral da República, nesta quinta-feira, 12, o decano da corte, Celso de Mello aproveitou para fazer uma defesa enfática do Ministério Público como uma instituição que “não serve a governos, a pessoas, não se subordina a partidos políticos” e "não se curva à onipotência do poder ou aos desejos daqueles que exercem". disse o  decano da corte Superior, Celso de Mello.



Jair Bolsonaro tem dito que na indicação do procurador para assumir a PGR, não foi nada fácil. Bolsonaro disse que no processo de escolha procurou um nome que não seja "radical na questão ambiental" que não haja como um "xiita". 



Para aliados do Presidente, a fala do decano foi um recado para Bolsonaro. 

Post a Comment

todos os comentários é de inteira responsabilidade do leitor

Postagem Anterior Próxima Postagem