Ao derrubar "prisão em segunda instância", Gilmar Mendes esquece que já foi assaltado em Fortaleza - JORNAL 21 BRASIL
Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade

DESTAQUE DA SEMANA

BOLSONARO PERDE PACIENCIA E VAI COM TUDO PRA CIMA DE FACHIN "STF CRÉU" DIREITO MEU PÔ!

O presidente Jair Bolsonaro em sua live semanal perdeu a paciência com um ministro do (STF) Supremo Tribunal Federal, que de forma monocráti...

Ao derrubar "prisão em segunda instância", Gilmar Mendes esquece que já foi assaltado em Fortaleza






Ao tentar derrubar prisão em segunda instância, o polêmico ministro do Supremo tribunal Federal, Gilmar Mendes, esquece que já foi assaltado no calçadão da Avenida Beira-Mar, em Fortaleza. 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes foi roubado na manhã  no calçadão da Avenida Beira-Mar, em Fortaleza. Mendes caminhava com um amigo, sem a escolta de seguranças, quando foi abordado e teve a corrente de ouro que usava no pescoço levada por um ladrão. -O crime aconteceu no dia 12/10/2010.

O ministro classificou o episódio como uma espécie de “arrastão”, mas afirmou ter visto vários policiais ao longo do calçadão, com bicicletas e revistando eventuais pessoas suspeitas. Mendes viajou para descansar no feriado prolongado na capital cearense, onde vive a família da esposa.

Segundo o ministro, o roubo aconteceu próximo ao Náutico Atlético Clube, mesmo lugar em que ele sofreu uma tentativa de assalto em 2008, quando dois homens tentaram levar o mesmo cordão de ouro roubado nesta terça.

O ministro é a favor da derrubada de prisão em segunda instância.