Publicidade
Ao lado de João Doria, Bolsonaro recebe gritos de "mito" enquanto o Governador é vaiado por policiais


Ao lado de João Doria, Bolsonaro recebe gritos de "mito" enquanto o Governador é vaiado por policiais 





"O presidente Jair Bolsonaro relembrou hoje episódio dos anos 70 para evocar a luta contra “a esquerda” e o papel de “heróis” que policiais e militares teriam neste combate".

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi recebido aos gritos de "mito" na formatura de sargentos da Polícia Militar em São Paulo, na manhã desta sexta-feira (11), o governador paulista João Doria (PSDB) foi alvo de vaias da plateia formada por familiares dos formandos.

É a primeira vez que os dois dividem o palco após intensa troca de farpas, numa antecipação da eleição de 2022, quando ambos pretendem concorrer à Presidência da República. Lado a lado, o governador João Doria (PSDB) e o presidente Jair Bolsonaro (PSL) participam de formatura de sargentos da PM em São Paulo. Também na foto o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. 


​Doria é alvo dos policias militares no estado por ter prometido aumento de salário, o que até agora não ocorreu. O governador acertou que até o final deste mês apresentará um calendário para o aumento do salário.


O deputado estadual Major Mecca (PSL-SP), que representa a categoria, foi ao evento com uma camiseta que costuma usar em protesto a Doria: "policial nota 10, salário nota 0".


A presença de Doria foi criticada pelo senador Major Olímpio (PSL-SP), aliado de Bolsonaro. Ele se mostrou surpreso quando a imprensa o avisou da presença do governador. "Eu espero que não, acho que Doria não vem. A ausência dele vai me alegrar", disse.

Naõ confie no Facebook. Compartilhe e alcance mais pessoas;



Anúncio
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Seja o primeiro a saber, click e participe do grupo, receba a próxima notícia no seu celular;




Anúncio Anúncio
--------------------------------------