.

O FBI ajudou o governo equatoriano no ataque e desmantelamento de uma quadrilha de hackers que repetiu em Quito as interceptações criminosas contra autoridades locais. Estão todos presos.


Ao lado, o sueco Oli Bini ao sair do MPF do Equador, onde precisa se apresentar. Ele está de chapéu preto, bolsa a tira-colo e unhas pintadas. Oli e Glenn são de uma fauna política e ideológica bem definida e conhecida.

Leia este trecho de um grampo que apanhou uma conversa entre o hacker sueco Ola Bini e o americano Glenn Greenwald, dono do site sujo The Intercept, no qual combinavam como agir em conjunto:




Ola Bini conversa com Glenn Greenwald *

12 de dezembro de 2013

Ola Bini: notícias
?
Glenn Greenwald: Oi, como você está
GG: Nada ainda - eu sei que é lento, mas ainda não chegamos a esse ponto na discussão sobre como trabalhar com pessoas fora dos contratos, mas vamos fazê-lo.
OB: Como você está?
OB: ok
OB: muito bom - todo intenso - e o Equador?
OB: bom trabalho nas revelações suecas da FRA
OB: no Equador tudo de bom
OB: é muito emocionante
GG: você gostou da Suíça?
GG: O Equador é interessante?
Quer ir lá
OB:conseguimos repelir um artigo insidioso no novo código penal que causaria muitos danos aqui
OB: sim, é
e estamos recebendo a recepção de políticos locais
OB: na verdade
OB: se você tiver conteúdo sobre o Equador, seria fatal se pudéssemos publicá-lo em breve, e não então
OB: há agitação no momento
OB: e o governo está tentando implementar certos planos para fazer algo a respeito (e eles pediram nossa ajuda)
GG: Vou tentar - é difícil - todo mundo me pressiona a fazer cada país. mas eu posso conferir


* Greenwald é um advogado constitucional americano, colunista, blogueiro, escritor e jornalista. De agosto de 2012 a outubro de 2013, ele foi colunista da edição americana do The Guardian. Em junho de 2013, Greenwald publicou as revelações de Edward Snowden sobre o programa de vigilância PRISM e outros programas da Agência de Segurança Nacional classificados como extremamente secretos no The Guardian.


Fonte: Arquivo do Caso

Post a Comment

todos os comentários é de inteira responsabilidade do leitor

Postagem Anterior Próxima Postagem