.






A PF indiciou hoje Luciano Bivar e três mulheres de Pernambuco sob suspeita de participação em esquema de candidaturas-laranjas do PSL para desviar verba pública, informa a Folha.

O deputado federal, presidente da sigla, e as três mulheres –Maria de Lourdes Paixão, Érika Santos e Mariana Nunes– foram indiciados sob suspeita dos crimes de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita de recurso eleitoral e associação criminosa.



As penas são de cinco, seis e três anos de cadeia, respectivamente.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, foi indiciado no mês passado, suspeito de ter comandado esquema semelhante do PSL em Minas.

Deixe sua opinião

todos os comentários é de inteira responsabilidade do leitor

Postagem Anterior Próxima Postagem