Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Jornalista da Globo ultrapassa todos os limites; ataca bolsonaro, pátria, família e Deus



Jornalista global, diz que devoção a Deus é estratégia perversa de Jair Bolsonaro.

Miriam Leitão, da Globo, é especialista em criticar o governo Bolsonaro, ainda que os números mostrem o contrário. 

Em seu artigo delirante, a jornalista criticou o governo Bolsonaro, a pátria e a família.
“O que quer um governo em que um secretário se sente à vontade para fazer a evocação de um notório genocida? E isso logo depois de ser coberto de elogios pelo presidente da República”, criticou.
 “A transmissão inteira da quinta-feira à noite com Weintraub e Alvim foi deprimente” “O ministro da Educação defendeu, sendo ecoado pelo presidente, as escolas cívico-militares como se fossem a única e milagrosa solução para todos os complexos problemas da educação brasileira”, e para por ai.
Em seguida, Miriam Leitão volta a atacar e comparar Jair Bolsonaro com Hitler, Falou do ex-secretário demitido, 'o ex-secretário fez um movimento recorrente neste governo' continuou com críticas a família e também criticou a devoção a Deus.
“Como se Deus, a família, e o país fossem monopólios do atual governo e só agora estivessem sendo defendidos. Esta é a estratégia mais perversa para falar com uma parte grande da população, capturar evangélicos, manipular as pessoas como se esse governo fosse a encarnação dos valores do Cristianismo”, concluiu o mais depravante ataque a família, a pátria e a Deus, de uma jornalista global.

O QUE HÁ DE NOVO