Denúncia; Tabata pagou R$ 23 mil ao namorado com dinheiro do fundo eleitoral, "o local nunca serviu de comitê para Tabata"


Publicidade




Tabata pagou R$ 23 mil ao namorado com dinheiro do fundo eleitoral


A deputada Tabata Amaral, (PDT), pagou R$ 23 mil ao namorado com dinheiro do fundo eleitoral. isso mesmo, "fundo eleitoral", mas o local de trabalho nunca serviu de comitê.

"Segundo Matéria publicada pela revista Veja, a deputada pagou com dinheiro do fundo partidário, 23 mil reais ao namorado, Daniel Alejandro Martínez, que conheceu na prestigiada Universidade Harvard, nos Estados Unidos". 
O que não dá para entender, é que; 
"A campanha da Tabata Amaral cumpriu as leis eleitorais na contratação de seus serviços e pessoas. Todas as informações são públicas e estão no portal do TSE".
Segundo a denúncia da Veja, no contrato, o documento determina o local e horário de trabalho, onde o namorado da parlamentar deveria prestar o serviço, "Avenida Agami, 40, das 9h às 18h, em São Paulo". No entanto, o local nunca serviu de comitê para Tabata.

A famosa rachadinha! Tabata..


O crime praticado pela parlamentar está no fato de pagar por serviços que não foram prestados ou apresentados pela deputado. 


A Veja diz que neste caso, não é possível afirmar, portanto, que Tabata cometeu irregularidade, mas apenas que os resultados do serviço prestado por Martínez não podem ser checados e não foram apresentados pela parlamentar.

Opinião; Para este colunista, Tabata cometeu crime sim!  - o crime está em não apresentar os resultados do serviço prestado em um lugar que nunca funcionou como comitê. -Isso não é crime?




Publicidade

Anúncio