Anúncio
100% digtal
Publicidade

Anúncio

Talvez você tenha perdido

Continuar depois da publicidade

DESTAQUE DA SEMANA

Bolsonaro tem aprovação de 53% da população, mostra pesquisa

 A aprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro é de 53,1% das pessoas consultadas na pesquisa realizada pelo Instituto Terra Brasil Pe...

Gilmar, trabalha nos bastidores para impedir Sergio Moro no STF



O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, fará de tudo para impedir que Sergio Moro Seja indicado para ocupar uma vaga no STF, em novembro deste ano.

Gilmar, alinhado com o ministro Alexandre de Moraes, afirmou que é muito complexo discutir o melhor modelo de indicação para o STF. 

Gilmar, sabe muito bem que o ex-juiz Sergio Moro, fará a diferença no Supremo Tribunal Federal. 


A OAB escolhe os melhores advogados para o STJ? Quem é que ganha a eleição nas listas? Se vocês olharem, por exemplo, lista de Ministério Público, vamos pegar procurador-geral da República. Quem geralmente liderava a lista? Quem tinha sido presidente da associação. Esse é o melhor critério?
 É uma questão bastante complexa, com muitas nuances. O presidente da República por sua vez, quando faz a indicação, ele leva em conta uma série de ponderações, por exemplo a viabilidade do candidato. Aqueles pré-vetos, aquele não passa, também tem que levar em conta esses aspectos nas conversas. Se fala muito ‘ah, foram poucos os rejeitados’. Mas em muitos casos, no próprio governo Lula, há nomes que foram previamente vetados pelo Congresso Nacional ou outras forças políticas significativas, então tudo isso precisa ser levado em conta, não se trata simplesmente de mudar, se trata de mudar para melhorar, de fato implementar, disse o ministro.

De que é que Gilmar tem tanto medo? 


Aí tem também problemas, de uma hora para outra você muda um grupo grande, e cessa atividade de um grupo e vem outro. Dependendo do tipo de indicação, se é Congresso, você vai mudar substancialmente a jurisprudência constitucional, então isso é um risco. Aqui não, são as coincidências do tempo. Então tudo isso precisa ser avaliado. Uma vez cheguei em Portugal e tinha seis vagas. Se há mudança na política, então você muda por completo, porque no caso é o parlamento que faz as indicações, concluiu o ministro.
O STF deveria cuidar da constituição como guardião da mesma, e não se meter em processos cíveis e eleitorais, este processo não deveriam ter a interferência do supremo. Acorda Brasil !

Leia aqui; OAB é contra Moro e quer indicar Kakay 

Com informações, O Antagonista