Publicidade
Flamengo sugere. E Bolsonaro acaba com o monopólio da Globo






O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, confessou que uma conversa ontem, enquanto almoçava em Brasília, com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, teve poder para implodir o monopólio da transmissão de futebol no país, por parte da TV Globo.

Ontem, conversamos com o presidente, na posse do Ministro das Comunicações, e ele (Bolsonaro) convidou a mim e também ao Felipe Melo e o ministro para almoçar. Ele perguntou: ‘E aí, vai voltar o futebol, e o televisionamento?’.


"Expliquei, em detalhes, que tínhamos um problema na legislação que os dois clubes precisavam aprovar".


"Falei para o presidente como ocorrem em vários outros países, que o mandante tem o direito de transmissão de seus jogos".
 "O Flamengo, mandante, vai vender para qualquer um, não só para quem tem o direito de todos. O presidente entendeu isso, disse que ia agir rapidamente e agora recebi a mensagem que foi publicada a medida que o direito de imagem é do mandante".
 "Vamos ter o direito de negociar com qualquer outra empresa, inclusive a que detém o direito dos outros, se ela pagar o que o Flamengo acha justo", disse Landim, à Band.

Informações, R7 

AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do DENÚNCIA POLÍTICA doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Anúncio

----

Anúncio




Anúncio