Publicidade
PT, PSOL, PCdoB e PSB tentam no STF barrar marco do saneamento sancionado por Bolsonaro "querem o Brasil na lama"







Depois do PDT, mais quatro partidos de oposição decidiram entrar no Supremo Tribunal Federal contra o novo marco do saneamento, sancionado em julho pelo presidente Jair Bolsonaro.

Dessa vez, PT, PSOL, PCdoB e PSB ingressaram com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) na Corte. As legendas de oposição questionam o que consideram “privatização seletiva”, que privilegiaria apenas os municípios maiores e mais rentáveis, enquanto as cidades menores e deficitárias permaneceriam bancadas pelo poder público.

Conforme noticiou Oeste, 100 milhões de brasileiros não têm coleta de esgoto e outros 35 milhões não possuem acesso à água tratada.

AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do DENÚNCIA POLÍTICA doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Anúncio

----

Anúncio




Anúncio