Em seu voto Gilmar tentou afastar a letra da Constituição, virou “chacota” dos meios jurídicos - JORNAL 21 BRASIL
Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade

DESTAQUE DA SEMANA

GOVERNO IDIANO DÁ RASTEIRA EM DORIA LIBERA 2 MILHÕES DA VACINA QUE TEM 70% DE EFICÁCIA PARA O BRASIL

 "Vacina de Oxford/AstraZeneca tem eficácia de 70% já na 1ª dose, apontam testes no Brasil" Quem tem pressa come cru, né João Dori...

Em seu voto Gilmar tentou afastar a letra da Constituição, virou “chacota” dos meios jurídicos

 





O ministro Gilmar Mendes, saiu enfraquecido quando tentou liberar as reeleições de Davi Alcolumbe e Rodrigo Maia, atropelando a Constituição Federal, agora virou motivo de ‘chacota’ perante a comunidade jurídica, observou o jornalista Claudio Dantas.


Observe o que escreveu o magistrado em seu voto;
“O afastamento da letra da Constituição pode muito bem promover objetivos constitucionais de elevado peso normativo, e assim esteirar-se em princípios de centralidade inconteste para o ordenamento jurídico.”


Misericórdia!  


Será que significa isso?  "Seguimos a constituição quando for do nosso interesse e quando não for ignoramos solenemente esse livrinho", ou não?


Tudo em nome da amizade né Gilmar?