Jesus








Antes leia, o destaque!

Bolsonaro diz que sofreu "atentado político" e não fará campanha na rua

Bolsonaro diz que sofreu "atentado político" e não fará campanha na rua O candidato à Presidência pelo PSL,  Jair Bolson...

Não quero ser candidato, diz Lula ao TRF-4 marcar a data do julgamento


Por; Rosinaldo Pereira /colunista

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017



Não quero ser candidato se for culpado, diz Lula



POLÍTICA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou nesta quarta-feira pela primeira vez depois de o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) marcar a data do julgamento da apelação dele contra sua condenação na Operação Lava Jato. Em uma reunião das bancadas do PT na Câmara e no Senado, em Brasília, Lula declarou que não quer ser candidato à Presidência se tiver culpa e desafiou o Ministério Público a provar que ele é culpado no processo.

Na sentença de primeira instância, o juiz federal Sergio Moro condenou o petista a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O julgamento no TRF4, segunda instância, está marcado para o dia 24 de janeiro. Se a 8ª Turma do tribunal mantiver a condenação, o petista pode ser preso e ficar inelegível pela Lei da Ficha Limpa.
“Se eles apresentarem provas contra mim de todas as acusações, eu terei a satisfação de vir a uma reunião da bancada e dizer: ‘eu não posso ser candidato a presidente, eu sei que eu tenho todos esses recursos para fazer, mas eu sou culpado, eu não vou ser candidato, não tenho condição moral de ser candidato à presidência da República’”, afirmou. O petista usou a palavra “culpado”, e não “condenado”.

Ao lado da presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), e do líder do partido na Câmara, Carlos Zarattini (SP), Lula voltou a criticar Moro e os procuradores da Lava Jato e disse que as provas não significaram “absolutamente nada” na primeira sentença contra ele. O processo trata do suposto pagamento de cerca de 3 milhões de reais em propina da OAS ao ex-presidente por meio da compra e da reforma de um tríplex no Guarujá (SP).
O petista voltou a afirmar que não há provas de que o imóvel pertença a ele e ressaltou que seria uma “leviandade” concorrer ao Palácio do Planalto sabendo-se culpado. “Eu não quero ser candidato por ser candidato, não quero ser candidato se eu for culpado, seria leviandade da minha parte estar brigando para ser candidato para ocupar a minha culpabilidade. Eu quero brigar para provar minha inocência e se eles querem me condenar, eles que apresentem à sociedade brasileira uma única culpa”, declarou.


“Não quero que vocês tenham um candidato a presidente que esteja escondido na sua candidatura porque ele é culpado, não quer ser preso para ser candidato. Eu quero ser inocentado para poder ser candidato a presidente da República”, completou. conteúdo; VEJA



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Últimas atualizações

VOCÊ VIU?

As mais lidas da semana

Bombando no Google



 
JORNAL 21 BRASIL.
jornal do brasil, jornal 21, notícias de Bolsonaro, política do brasil, Jornalismo livre, a tragetoria de Sergio Moro, notícias do brasil, notícias de Sergio Moro, notícias de lula, lula preso, lula na cadeia, operação lava-jato




  • ""CONHEÇA ""SOCIAL VIVA VIDA"" a mais nova Rede social da família""

  • ""JORNALISMO LIVRE""



  • ""O SEU JORNAL DIGITAL 24 HORAS POR DIA, 7 DIAS POR SEMANA. ""