Neste site tem: "Black Friday"







URGENTE; ADVOGADO DE LULA TENTA INTIMIDAR ( Gebran ) PELO VOTO CONCLUÍDO EM CONDENAÇÃO DE LULA

Em: __Por: Rosinaldo Pereira

__ 12/06/2017




URGENTE; ADVOGADO DE LULA TENTA INTIMIDAR ( Gebran ) PELO VOTO CONCLUÍDO EM CONDENAÇÃO DE LULA




ADVOGADO DE LULA TENTA INTIMIDAR ( Gebran ) PELO VOTO CONCLUÍDO EM CONDENAÇÃO DE LULA 


POLÍTICA

Em nota divulgada pelo DCM, a defesa do ex-presidente Lula questionou o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, sobre a ordem cronológica dos recursos no tribunal.




O pedido está sendo feito após a divulgação da informação, pelo desembargador João Pedro Gebran Neto, relator dos casos da Lava Jato, de que seu voto a respeito da condenação do ex-presidente Lula no caso do triplex no Guarujá está pronto.

O voto de Gebran foi concluído em ritmo recorde, uma indicação de que o TRF4 está correndo para julgar Lula antes das eleições, a fim de impedi-lo de participar da disputa em 2018.





Após detalharem a celeridade da tramitação do recurso de Apelação no. nº 5046512-94.2016.4.04.7000 (caso do “tríplex”), os advogados do ex-Presidente Luiz Inacio Lula da Silva apresentaram hoje (05/12) pedido de informações ao Presidente do Tribunal Regional Federal da 4a. Região, Desembargador Federal Carlos T. F. Lenz, com base no artigo 5º, XXXIII, da Constituição Federal e na Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação).

Os questionamentos formulados são os seguintes:




(1) Quantos recursos de Apelação estavam pendentes de julgamento neste Tribunal Regional Federal no dia 23.08.2017, quando foi recebida a Apelação Criminal nº 5046512-94.2016.4.04.7000?(2) A enumeração e detalhamento da relação dos recursos, com a ordem cronológica de entrada no TRF4 de cada um deles.(3) Quantos desses recursos envolviam réus soltos?



(4) Quantos desses recursos estavam tramitando perante a 8ª Turma do TRF4?(5) Quantos desses recursos foram julgados até a presente data?



De acordo com o art. 11 da Lei nº 12.527/2011 o TRF4 deverá “conceder o acesso imediato à informação disponível” ou, no prazo de 20 dias, informar a data, local e modo para que a informação ou a certidão seja obtida ou, então, indicar as razões da eventual recusa. texto e imagem, brasil247



Se você não divulgar, a Globo não divulga: Compartilhe em "grupos" e alcance mais pessoas:


Seguir; Aliança pelo Brasil

Seguir no twitter;




Uma página 100% de DIREITA. Você pode e tem voz.



"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"


"JORNAL 21 BRASIL" pode ter seu fim decretado por falta de recursos. O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a Imprensa livre sem dinheiro público, doando qualquer valor. Acesse:








ALIANÇA PELO BRASIL: "Este é um momento histórico, onde a maioria silenciosa finalmente terá voz". Ajude o presidente, curta a Página


Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

Destaque do dia..

Depois que TRF-4 anulou sentença de lula, STF julga ações que podem tornar Lula elegível

O Supremo Tribunal Federal (STF) poderá impor uma nova derrota à operação Lava Jato com o julgamento do habeas corpus do ex-presiden...

As mais lidas do dia