Jesus








Antes leia, o destaque!

Bolsonaro diz que sofreu "atentado político" e não fará campanha na rua

Bolsonaro diz que sofreu "atentado político" e não fará campanha na rua O candidato à Presidência pelo PSL,  Jair Bolson...

SERRA LEVOU R$ 52,4 MILHÕES EM PROPINA, DIZ ODEBRECHT


Por; Rosinaldo Pereira /colunista

terça-feira, 9 de janeiro de 2018



SERRA LEVOU R$ 52,4 MILHÕES EM PROPINA, DIZ ODEBRECHT


POLÍTICA DO BRASIL
Um dos principais articuladores do golpe de 2016 e também responsável pelo projeto de entrega do pré-sal, o senador José Serra (PSDB-SP) é um dos maiores corruptos do Brasil, segundo a Odebrecht; o delator Pedro Novis, ex-presidente da empreiteira, acusa Serra de receber R$ 52,4 milhões em propinas — valor superior até ao que foi encontrado no bunker de Geddel Vieira Lima; segundo Novis, Serra recebeu propina de R$ 23,3 milhões em 2010, como contrapartida à liberação, pelo governo paulista, de R$ 170 milhões em créditos devidos a uma empresa do grupo Odebrecht.




Ele relatou pagamento de propina de R$ 23,3 milhões em 2010, como contrapartida à liberação, pelo governo paulista, de R$ 170 milhões em créditos devidos a uma empresa do grupo Odebrecht, em 2009. Os R$ 29,1 milhões restantes teriam sido transferidos como caixa dois eleitoral para as campanhas de 2002, 2004, 2006, 2008 e 2012, segundo Novis.


Serra diz que as acusações são falsas. Procurado por meio da assessoria de imprensa, o senador disse que "jamais recebeu nenhum tipo de vantagem indevida de empresa ou indivíduo, especialmente da Odebrecht". Serra afirmou que "nunca tomou medidas que tenham favorecido a Odebrecht em nenhum dos diversos cargos que ocupou em sua longa carreira pública, como afirmou o ex-presidente da empresa Pedro Novis em depoimento".


Ouvido pela Polícia Federal (PF) no grupo de inquéritos do Supremo Tribunal Federal (STF), em junho, Novis mostrou documentos e explicou a origem dos R$ 23,3 milhões que conforme sua versão irrigaram a campanha presidencial de Serra em 2010.
O delator entregou à PF contrato do suposto pagamento por créditos feito pela Dersa à Companhia Brasileira de Projetos e Obras (CBPO), do grupo Odebrecht. Novis disse que foram pagos R$ 160 milhões líquidos, e que calculou em R$ 23,3 milhões a parte do PSDB.






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Últimas atualizações

VOCÊ VIU?

As mais lidas da semana

Bombando no Google



 
JORNAL 21 BRASIL.
jornal do brasil, jornal 21, notícias de Bolsonaro, política do brasil, Jornalismo livre, a tragetoria de Sergio Moro, notícias do brasil, notícias de Sergio Moro, notícias de lula, lula preso, lula na cadeia, operação lava-jato




  • ""CONHEÇA ""SOCIAL VIVA VIDA"" a mais nova Rede social da família""

  • ""JORNALISMO LIVRE""



  • ""O SEU JORNAL DIGITAL 24 HORAS POR DIA, 7 DIAS POR SEMANA. ""