Jesus




URGENTE; SE UM DESEMBARGADOR PEDIR VISTA, OU NÃO DEREM VOZ DE PRISÃO, LULA SERÁ CANDIDATO


Por; Rosinaldo Pereira /colunista

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

SE UM DESEMBARGADOR PEDIR VISTA, OU NÃO DEREM VOZ DE PRISÃO, LULA SERÁ CANDIDATO


Victor Laus é o único que costuma pedir vista nos julgamentos da 8ª Turma. A revista istoé publica que Gebran Neto é um juiz linha-dura, enquanto Leandro Paulsen adota posições mais moderadas.

Desde que o ex presidente Luiz inacio lula da silva foi condenado na maior operação da PF a nove anos e seis meses de cadeia por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, que o assunto em manchetes nacionais e internacionais é lula será ou não candidato?.

AS possibilidades são reais. Existe uma possibilidade real para que lula condenado em primeira instancia pelo juiz federal Sergio Moro seja candidato a presidente do país.

Segundo especialistas o ex-presidente pode sim ser candidato, desde que um desembargador peça vista no caso. Para que o ex presidente não seja candidato e também seja preso é preciso que os três desembargador votem pela condenação, "que seria a confirmação dada em primeira instância pelo juiz federal Sergio Moro".




SE UM DESEMBARGADOR PEDIR VISTA, LULA SERÁ CANDIDATO

Victor Laus é o único que costuma pedir vista nos julgamentos da 8ª Turma. A revista istoé publica que Gebran Neto é um juiz linha-dura, enquanto Leandro Paulsen adota posições mais moderadas.


Portanto, ele pode determinar se o caso de Lula será concluído agora ou se será marcada nova data de julgamento, com isso lula ganharia tempo.  Diante disso, o voto de Laus deverá definir o futuro de Lula. Se for condenado pelo TRF4, o petista ficará inelegível.

leia também

Rito no TSE pode permitir que Lula seja candidato mesmo se condenado, diz especialista



Segundo UOL "em São Paulo 13/12/201704h00 por Mirthyani Bezerra , o TSE [Tribunal Superior Eleitoral] não pode dizer que ele não é candidato, porque existe um rito [para impugnações de candidaturas] que precisa ser seguido. Não existe nada que possa impedir que ele comece a campanha", afirma Fernando Neisser, advogado e coordenador adjunto da Abradep (Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Político).

Neisser explica; Mas para decidir se Lula poderia ou não prosseguir com a candidatura e, eventualmente, ser eleito, o TSE precisaria primeiro intimar o partido, receber a defesa dele, realizar as audiências, analisar provas e ter as alegações finais de todas as partes do processo. Para Neisser, pelo rito, apenas no começo de setembro os ministros da corte decidiriam se impugnam ou não a candidatura do ex-presidente".

Este é o grande motivo pelo qual o ex presidente e militância petista vem usando de todas as artes manhas com MST, CUT, SINDICATOS, ARTISTS DE ESQUERDA,  para pressionar o TRF-4 afim de que um dos desembargadores pesa vista do caso triplex do Guarujá, com isso o petista ganharia tempo.

Assuntos que existem evidências;  Um ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, em meio às festas de virada do ano, pôs água na fervura que envolveu o julgamento de Lula. Para ele, apesar de toda a agitação na bolsa de apostas, a sentença de Sergio Moro deve ser confirmada por unanimidade na 8ª Turma do TRF4, ou seja, três votos a zero contra o recurso do ex-presidente.



SE UM DESEMBARGADOR PEDIR VISTA, OU NÃO DER VOZ DE PRISÃO LULA SERÁ CANDIDATO

Porém, Lula só conseguiria participar de atividades de campanha se a 8ª turma do TRF-4 não determinar sua prisão, já que ela não é obrigatória e depende da decisão dos desembargadores. Quando condenou Lula na primeira instância, o juiz Sergio Moro permitiu que o ex-presidente recorresse em liberdade.

PT poderia lançar Lula e substituí-lo antes do 1º turno, se não receber vóz de prisão no julgamento

Caso Lula tenha o registro de candidatura indeferido pelo TSE entre o 1º e o 2º turno, os votos que seriam dados a ele na primeira metade da eleição seriam considerados nulos na contagem de votos do Tribunal. "Nesse caso, o primeiro e o segundo lugares depois do Lula disputariam o segundo turno", diz o especialista.
Para não correr o risco de ver seus votos anulados no caso de o TSE decidir pela impugnação, o PT pode recorrer ao trecho da lei que permite que o partido substitua a candidatura em até 20 dias antes da eleição.









Black Friday vem aí... Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

As mais lidas da semana

VOCÊ VIU?

 
JORNAL 21 BRASIL.
jornal do brasil, jornal 21, notícias de Bolsonaro, política do brasil, Jornalismo livre, a tragetoria de Sergio Moro, notícias do brasil, notícias de Sergio Moro, notícias de lula, lula preso, lula na cadeia, operação lava-jato
  • ""JORNALISMO LIVRE""



  • ""O SEU JORNAL DIGITAL 24 HORAS POR DIA, 7 DIAS POR SEMANA. ""