Jesus








Antes leia, o destaque!

Postagem em destaque

Ciro Gomes e Alvaro Dias apoiam Bolsonaro no segundo turno

Ciro Gomes e Alvaro Dias apoiam Bolsonaro no segundo turno Já foi dada a largada oficial rumo ao planalto, Ciro Gomes e Alvaro Di...

Mudança; "BOLSA FAMÍLIA" DEVE CHAMAR BOLSA AÇÃO


Por; Rosinaldo Pereira /colunista

segunda-feira, 30 de julho de 2018




BOLSA FAMÍLIA DEVERIA CHAMAR

BOLSA AÇÃO




O programa bolsa família é um programa do governo federal que sempre sofreu alterações, mas nunca para melhorar o país.

Porém, a origem do programa é uma unificação de outros programas sociais, criados durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A lei número 10.836, de 2004, que cria o Bolsa Família, diz que o programa tem por finalidade a “unificação” do PNAA (Programa Nacional de Acesso à Alimentação), criado pelo governo Lula com programas de FHC, entre eles o Bolsa Escola, Bolsa Alimentação, Auxílio-Gás e Cadastramento Único do Governo Federal.



Sendo assim, o Bolsa Família se tornou um programa de transferência direta de renda para brasileiros em situação de extrema pobreza em todo o País. A renda familiar per capita tem que ser inferior a R$ 70 mensais para participar do programa. O Bolsa Família atende a mais de 13 milhões de famílias em todo território nacional e os valores variam de acordo com a família. Para chegar a esse valor, são consideradas variáveis como renda mensal, o número de crianças na casa, de gestantes ou mulheres que estão amamentando e de familiares.



O próximo presidente deveria realizar algumas mudanças no programa, mas mudanças que contribuísse para o desenvolvimento do país. Pois bem!





Mudanças

A primeira mudança deve ser feita em termo de urgência é; fixar um valor X para todos os beneficiários.

B)  O valor não deve ser menos de 500 reais, (quinhentos reais).

C)  Garantir um posto de trabalho para o beneficiário em parceria com o município.

D) O trabalho não pode exceder cinco dias da semana, e feriados, considerando que o beneficiário trabalharia apenas 4 horas por dia, 20 horas por semana.   

E) Não pode exigir grau escolar ou diploma para participar do programa, visto que o beneficiário irá prestar serviço ao município, mas receber diretamente do governo federal.

F) O beneficiário deverá justificar ao seu superior ou responsável a ausência no posto de trabalho.

G) A cada aumento do salário mínimo, o programa deverá também sofre reajuste.

H) O beneficiário terá uma garantia de receber seu benefício enquanto estiver comparecendo ao posto de trabalho.





Benefícios

A)  O município contrataria menos, pois teria a disposição centenas de mão de obra.

B)  O município terá mais folego para abrir concurso público a cada quatro anos.

C)  Em poucos anos o país dará um salto para o futuro.

D) Centenas de homens e mulheres a disposição do município.

E)   Crédito consignado aberto em Bancos ligados ao governo federal para todos os beneficiários.

F)   O beneficiário daria mais valor ao programa social.

G) Geraria uma diminuição de custos para todos os municípios o país, mas um grande avanço em seviço prestado.





Se o futuro presidente eleito conseguir realiza essas mudanças no programa social “Bolsa família”, o brasil irá avançar e muito. O trabalho moraliza o país.

Rosinaldo Pereira/RN








Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Últimas atualizações



VOCÊ VIU?

As mais lidas da semana

Bombando no Google



 
JORNAL 21 BRASIL.
jornal do brasil, jornal 21, notícias de Bolsonaro, política do brasil, Jornalismo livre, a tragetoria de Sergio Moro, notícias do brasil, notícias de Sergio Moro, notícias de lula, lula preso, lula na cadeia, operação lava-jato




  • ""CONHEÇA ""SOCIAL VIVA VIDA"" a mais nova Rede social da família""

  • ""JORNALISMO LIVRE""



  • ""O SEU JORNAL DIGITAL 24 HORAS POR DIA, 7 DIAS POR SEMANA. ""