Mudança; "BOLSA FAMÍLIA" DEVE CHAMAR BOLSA AÇÃO

Por; Rosinaldo Pereira /colunista


BOLSA FAMÍLIA DEVERIA CHAMAR

BOLSA AÇÃO




O programa bolsa família é um programa do governo federal que sempre sofreu alterações, mas nunca para melhorar o país.

Porém, a origem do programa é uma unificação de outros programas sociais, criados durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A lei número 10.836, de 2004, que cria o Bolsa Família, diz que o programa tem por finalidade a “unificação” do PNAA (Programa Nacional de Acesso à Alimentação), criado pelo governo Lula com programas de FHC, entre eles o Bolsa Escola, Bolsa Alimentação, Auxílio-Gás e Cadastramento Único do Governo Federal.



Sendo assim, o Bolsa Família se tornou um programa de transferência direta de renda para brasileiros em situação de extrema pobreza em todo o País. A renda familiar per capita tem que ser inferior a R$ 70 mensais para participar do programa. O Bolsa Família atende a mais de 13 milhões de famílias em todo território nacional e os valores variam de acordo com a família. Para chegar a esse valor, são consideradas variáveis como renda mensal, o número de crianças na casa, de gestantes ou mulheres que estão amamentando e de familiares.



O próximo presidente deveria realizar algumas mudanças no programa, mas mudanças que contribuísse para o desenvolvimento do país. Pois bem!





Mudanças

A primeira mudança deve ser feita em termo de urgência é; fixar um valor X para todos os beneficiários.

B)  O valor não deve ser menos de 500 reais, (quinhentos reais).

C)  Garantir um posto de trabalho para o beneficiário em parceria com o município.

D) O trabalho não pode exceder cinco dias da semana, e feriados, considerando que o beneficiário trabalharia apenas 4 horas por dia, 20 horas por semana.   

E) Não pode exigir grau escolar ou diploma para participar do programa, visto que o beneficiário irá prestar serviço ao município, mas receber diretamente do governo federal.

F) O beneficiário deverá justificar ao seu superior ou responsável a ausência no posto de trabalho.

G) A cada aumento do salário mínimo, o programa deverá também sofre reajuste.

H) O beneficiário terá uma garantia de receber seu benefício enquanto estiver comparecendo ao posto de trabalho.





Benefícios

A)  O município contrataria menos, pois teria a disposição centenas de mão de obra.

B)  O município terá mais folego para abrir concurso público a cada quatro anos.

C)  Em poucos anos o país dará um salto para o futuro.

D) Centenas de homens e mulheres a disposição do município.

E)   Crédito consignado aberto em Bancos ligados ao governo federal para todos os beneficiários.

F)   O beneficiário daria mais valor ao programa social.

G) Geraria uma diminuição de custos para todos os municípios o país, mas um grande avanço em seviço prestado.





Se o futuro presidente eleito conseguir realiza essas mudanças no programa social “Bolsa família”, o brasil irá avançar e muito. O trabalho moraliza o país.

Rosinaldo Pereira/RN







Continue lendo....