Maior parte dos salários dos médicos cubanos, ficava com a ditadura

Por; Rosinaldo Pereira /colunista

Maior parte dos salários dos médicos cubanos, ficava com a ditadura

 



O presidente eleito Jair Bolsonaro foi ao Twitter comentar a saída de Cuba do Mais Médicos.


“Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou.”

Confira



Continue lendo....