A primeira delação tsunami de Sérgio Cabral

Por; Rosinaldo Pereira /colunista


O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, deu uma procuração a seu advogado, João Bernardo Kappen, para que negocie uma delação premiada com o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.


Cabral está preso desde novembro de 2016 e foi condenado a 197 anos e onze meses de prisão.


A primeira bomba da delação deve ser explicar o motivo que levou o ministro Gilmar Mendes a soltar praticamente todos os presos pela Lava Jato do Rio, como o "rei do ônibus", Jacob Barata Filho, por exemplo.  


O ministro do STF soltou Barata pelo menos três vezes. 



Continue lendo....